Olá pessoal, nesse artigo irei dizer um pouco o que é, e para que serve o MIME Type. Vocês podem pensar que ele é utilizado para algo específico, mas na verdade ele é utilizado para qualquer coisa que você faça na internet, como por exemplo, visualizar esse site.

Os MIME (Multiporpose Internet Mail Extensions) Types primeiramente foram criados para utilização em envios de mensagens utilizando o protocolo SMTP. Com o passar do tempo, ele foi “adotado” de uma forma geral, e hoje em dia é utilizado em diversos tipos de protocolos, sob o nome “Internet Media Type”. O MIME Type é uma nomeação dada à um certo tipo de dado para que o navegador, ou o servidor web, consiga saber como processar esse dado. Quando o navegador solicita o conteúdo no servidor web, é solicitado junto o MIME Type, e o IIS retorna o tipo do MIME para o navegador com a propriedade “content-type” no header HTTP de acordo com o solicitado, para que o navegador saiba como processar ou exibir os dados enviados. Caso seja solicitado um tipo de MIME desconhecido, ou que não esteja incluso no IIS, é retornado o erro 404.3 – Not Found, pedindo que o MIME Type seja incluído corretamente no IIS (ou se você não tiver acesso ao IIS, é só incluir no arquivo web.config).

O MIME é conhecido com o mesmo propósito que o Windows tem com as extensões dos arquivos (.exe, por exemplo), no entanto é utilizado somente nos protocolos da internet.

Exemplificando a teoria, quando o servidor envia o comando “esse arquivo é do tipo PDF”, o navegador do usuário identifica que será necessário um leitor de PDF para abrir o arquivo, já que o retorno que o servidor envia é do tipo “content-type: application/pdf”.

Type e Subtype

O MIME possui duas partes: o type e o subtype, e são separados por uma barra (/). Nesse exemplo do PDF, o MIME seria “application/pdf”.

  • O “type” refere-se à um agrupamento lógico de diversos tipos de MIME que são relacionados uns com os outros.
  • O “subtype” são específicos para um tipo de arquivo que seja ele mesmo (.pdf, por exemplo).

Espero que tenham entendido melhor a utilização e para que serve o MIME. Caso vocês ainda estejam com dúvidas, ou similares, sinta-se à vontade para escrever nos comentários.

Para finalizar nosso artigo, segue abaixo um link onde consta os tipos de MIME conhecidos.

FREEFORMATER – http://www.freeformatter.com/mime-types-list.html

Posted by Gabriel Moraes

Criador e mantenedor do blog. Atuo na área de suporte à 4 anos e curso Análise e Desenvolvimento de Sistemas.